Direito Digital

As inovações tecnológicas e, sobretudo, a internet têm trazido muitos avanços à vida social, gerando situações muito positivas, mas, também, possibilitando que alguns pontos negativos sejam explorados por quem sinta-se livre para agir à margem da lei e dos princípios éticos.

É importante, portanto, o assessoramento jurídico nesse cenário inovador, de incertezas e de pouca, ainda, previsão legislativa.

Direito e Tecnologia

A tecnologia traz uma série de oportunidades à sociedade, que, há bem pouco tempo, não tinha acesso facilitado a instrumentos e, mesmo, a conveniências que têm alterado o cotidiano das pessoas.

A partir desses avanços tecnológicos, uma miríade de novas relações pessoais e comerciais tem sido criada, que não encontram, diretamente, o devido regramento no ordenamento jurídico brasileiro.

Aí, pois, coloca-se a importância do assessoramento jurídico prévio e na manutenção dessas novas relações pessoais e comerciais construídas a partir dos instrumentos tecnológicos, para que sejam mitigados os riscos do negócio e minimizadas as possibilidades de conflitos entre os relacionados.

Fintech

A atuação bancária, ainda para as operações tradicionais, demanda elevada atenção quanto a questões regulatórias próprias desse mercado. A atuação bancária via instrumentos tecnológico-digitais, com muito mais relevância, impõe o olhar preciso e acurado sobre os aspectos jurídico-regulatórios da operação, tendo em vista a necessidade de segurança jurídica para os envolvidos, especialmente para os consumidores dos serviços bancários, e a ainda baixa densidade legislativa voltada ao regramento dessas relações comerciais.

O Escritório, em atuação conjunta com parceiros que complementam o leque de conhecimentos necessários, assessora juridicamente Fintechs visando, principalmente, à mitigação de riscos regulatórios e mercadológicos e à prevenção de conflitos entre as partes relacionadas.